Artigos – Educação a Distância – ...art...affect...communic...

Artigos – Educação a Distância

 
Aqui você encontrará alguns artigos sobre Educação a Distância. Os textos são de minha autoria ou em co-autoria com outras pessoas. Estão disponíveis a referência, o resumo e a íntegra dos textos publicados nos últimos anos em Anais de Congressos ou periódicos.
Importante: Os artigos foram publicados em meios de divulgação devidamente registrados na Biblioteca Nacional. A cópia e/ou citação das obras aqui mencionadas deve seguir as regras estabelecidas pela Lei de Direitos Autorais da República Federativa do Brasil.
 
 
1. Referência: HACK, Josias Ricardo; TOMAZONI, Eloara. A prevalência da modalidade escrita da língua na Educação a Distância: um olhar à luz das teorizações sobre letramento. Verso e Reverso. São Leopoldo: Unisinos, vol. XXVIII, n. 67, janeiro-abril 2014, p. 28-37. (ISSN 1806-6925).
Resumo: Este artigo tematiza a modalidade escrita da língua na Educação a Distância (EaD), tendo como objeto uma reflexão acerca da prevalência dessa modalidade da língua na EaD à luz das teorizações sobre letramento, estudos de cunho antropológico. O texto conta com quatro seções de conteúdos que buscam discutir aspectos relacionados com as Tecnologias de Informação e Comunicação no contexto educativo, as relações entre a modalidade escrita na EaD e as implicações da prevalência dessa modalidade aos professores, alunos e ao próprio sistema de ensino. Trata-se de uma busca por uma reflexão que possa desenvolver um olhar culturalmente sensível, à luz dos estudos do letramento, que viabilize aos envolvidos nesse processo de ensino conhecer e saber quem são os sujeitos, quais suas práticas e vivências com a modalidade escrita da língua e como tais práticas e vivências podem influenciar no processo de aprendizagem de um aluno da EaD.
Clique aqui para acessar o artigo.

 
 
2. Referência: HACK, Josias Ricardo. Comunicação dialógica com múltiplas tecnologias na Educação a Distância. Aprendizagem. Pinhais: Editora Melo, ano 7, n.34, 2013, p. 20-21. (ISSN 1981-5913).
Resumo: A introdução de múltiplas tecnologias no cotidiano modificou o sentido de pertencimento dos indivíduos, pois as pessoas passaram a ser cosmopolitas ou cidadãos do mundo. Países e cidades que anteriormente pareciam tão remotos estão agora ligados a redes globais que podem ser acessadas em “um clique” e com velocidades cada vez mais rápidas. Contudo, parece haver um paradoxo, pois também é certo que muitas dessas pessoas que passaram a ser cosmopolitas, estão ao mesmo tempo isoladas, na frente apenas de um dispositivo tecnológico, talvez até mesmo se sentindo sozinhas.
Clique aqui para acessar o artigo.

 
 
3. Referência: ESTIVALET, Gustavo Lopez; HACK, Josias Ricardo. Ensino de língua estrangeira a distancia: reflexões sobre o ensino/aprendizagem da habilidade oral. In.: Anais do VII Congresso Internacional da ABRALIN (compact disc). Curitiba: UFPR, 2011, p.1761-1775. (ISSN 2179-7145).
Resumo: Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa empírica sobre o ensino/aprendizagem da habilidade de produção oral em língua inglesa como língua estrangeira na Educação a Distância. O estudo se preocupou com as relações estabelecidas entre os alunos e os tutores de polo, mas, sobretudo, com a utilização do ambiente virtual de ensino e aprendizagem. Os resultados indicam que apenas a comunicação e interação existentes atualmente não é o suficiente para a garantia de qualidade na aprendizagem desta habilidade. Sendo assim, percebe-se a necessidade da exploração dos recursos tecnológicos disponíveis na internet para o desenvolvimento da mesma, assim como a necessidade de iniciativa e autonomia por parte dos alunos e equipe docente.
Clique aqui para acessar o artigo.
 

4. Referência: HACK, Josias Ricardo. Afetividade em processos comunicacionais de tutoria no ensino superior a distancia. In: Foro Virtual de Virtual Educa Santo Domingo 2010. Santo Domingo: Virtual Educa, 2010, 17p.
Resumo: O artigo expõe o resultado de uma pesquisa empírica sobre a afetividade na prática tutorial na educação superior a distância, realizada entre os anos de 2009 e 2010. O estudo estava fundamentado na metodologia qualitativa, com ancoragem em autores das áreas da Comunicação e Educação. O objetivo era identificar algumas bases afetivas necessárias para se instituir a dialogicidade na comunicação educativa em processos de ensino e aprendizagem a distância. Para tanto, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com tutores do Curso de Licenciatura em Letras Português, na modalidade a distância, da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil. Pelas respostas obtidas foi possível entender que há clareza, por parte dos entrevistados, sobre o que caracteriza uma relação afetiva entre os envolvidos no processo de ensino e aprendizagem na EaD. Também ficou evidente que o processo comunicacional dialógico no ensino e aprendizagem na educação superior a distância precisa se balizar em atitudes afetivas equilibradas, que valorizem o respeito às múltiplas possibilidades de construção do conhecimento por movimentos de interação social individuais e coletivos.
Clique aqui para acessar o artigo.


 
5. Referência: HACK, Josias Ricardo, DAGA, Aline Cassol; EUZÉBIO, Michelle Donizeth; KRUGER, Simone Lesnhak; SILVEIRA, Ana Paula Kuczmynda. Uma breve revisão histórica do papel das videoaulas na EaD no Brasil. Working Papers em Linguística. Florianópolis: PPGLg/UFSC. v.11, n.2, 2010, p. 53-66. (ISSN 1984-8420).
Resumo:
Este artigo tem como objetivo refletir sobre o papel que tem ocupado a produção e veiculação de videoaulas dentro do panorama da Educação a Distância no Brasil, principalmente no contexto de programas nacionais destinados à educação de jovens e adultos, tanto no que concerne à formação discente, quanto no que concerne à formação continuada de professores em atuação nas redes públicas de ensino. Para tanto, o artigo se divide em dois capítulos: no primeiro capítulo revisitamos a trajetória do programa Telecurso em suas três versões – Telecurso 2º grau e Telecurso 1º Grau, Telecurso 2000, Novo Telecurso; no segundo capítulo discutimos os programas de EaD vinculados à formação do professor em serviço.
Clique aqui para acessar o artigo.

 
6. Referência: HACK, Josias Ricardo. Comunicação dialógica na educação superior a distância: a importância do papel do tutor. Revista Signo y Pensamiento. Colômbia, Bogotá: Editorial Pontificia Universidad Javeriana. n. 56, 2010, p. 114-123. (ISSN 0120-4823).
Resumo: O presente artigo evidencia a importância da comunicação dialógica entre as partes envolvidas no ensino e aprendizagem na educação superior a distância, fator que leva o tutor à reflexão sobre o processo comunicacional adotado em sua prática docente. Para tanto, analisa-se algumas expectativas e os resultados da atuação do tutor em um projeto-piloto de Licenciatura em Letras Português na modalidade a distância, oferecido desde 2008 pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. Na concepção do projeto, o tutor atua como um mediador entre os professores, alunos e a instituição. Cumpre o papel de auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ao esclarecer dúvidas de conteúdo, reforçar a aprendizagem, coletar informações sobre os estudantes e prestar auxílio para manter e ampliar a motivação dos alunos.
Clique aqui para acessar o artigo.
 

7. Referência: HACK, Josias Ricardo. O processo comunicacional na tutoria em cursos superiores a distância: reflexões sobre a experiência na Licenciatura em Letras Português da UFSC. In: Anais do XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (compact disc). Curitiba: INTERCOM, DT 6 – GP Comunicação e Educação, 2009, 10p. (ISSN 2175-4683).
Resumo: A UFSC, atuando em parceria com a UAB, oferece desde 2008 o Curso de Licenciatura em Letras Português na modalidade a distância. Na concepção do projeto UAB/UFSC o tutor atua como um mediador entre os professores, alunos e a instituição. Cumpre o papel de auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ao esclarecer dúvidas de conteúdo, reforçar a aprendizagem, coletar informações sobre os estudantes e prestar auxílio para manter e ampliar a motivação dos alunos. O presente artigo evidencia a importância da comunicação dialógica entre as partes envolvidas no ensino e aprendizagem no ensino superior a distância, fator que leva o tutor à reflexão sobre o processo comunicacional adotado em sua prática docente.
Clique aqui para acessar o artigo.
 

8. Referência: HACK, Josias Ricardo. O vídeo na Educação a Distância: reflexões sobre a comunicação educativa sem fronteiras. In: Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (compact disc). Natal: INTERCOM, NP Comunicação Educativa, 2008, 09p. (ISBN 978-85-88537-43-9).
Resumo: O artigo tem suas bases nas Ciências da Comunicação e objetiva apresentar algumas teorias subjacentes à prática comunicacional docente para a mediação audiovisual na EAD – Educação a Distância. Inicialmente, o texto descreve os desafios contemporâneos à comunicação docente no ensino presencial e a distância devido à introdução de vídeos no contexto educativo. Na continuidade são enunciados alguns resultados obtidos em uma pesquisa sobre produção de vídeo como ferramenta didática. Ao final, são feitas algumas considerações aos pesquisadores da área.
Clique aqui para acessar o artigo.
 

9. Referência:
HACK, Josias Ricardo. Audiovisual e Educação a Distância: aportes teóricos e reflexões sobre uma experiência. In: Anais do XIII Congresso Internacional de Educação a Distância (compact disc). Curitiba: ABED, 2007, 10p.
Resumo: O artigo parte de uma análise bibliográfica que objetiva demonstrar uma das vantagens do audiovisual como material didático para a EAD – Educação a Distância: a possibilidade de criar uma relação mais próxima dos professores com os alunos, pois nos comunicamos melhor com quem conhecemos visualmente. Na seqüência, após esclarecer os elementos constituintes da linguagem audiovisual, destaca-se como foi construído e produzido um programa em vídeo para EAD. Também são apresentados os resultados de uma pesquisa, onde se aponta que 93% dos alunos que participaram da amostra consideram o vídeo uma ferramenta indispensável ou importante no auxílio às disciplinas na modalidade de EAD. A pesquisa ratifica que o zelo científico é imprescindível para a confecção contextualizada de produtos audiovisuais que promovam a miditização do conhecimento. Por fim, nas considerações finais são resumidos os principais resultados da pesquisa e apresentadas as últimas sugestões do artigo.
Clique aqui para acessar o artigo.
 

10. Referência: HACK, Josias Ricardo. Capacitação docente para a Educação a Distância: uma experiência de formação para a midiatização do conhecimento no Ensino Superior. In: Anais Eletrônicos do Virtual Educa 2005. UNAM: Ciudad de México, 2005, 11p.
Resumo: O artigo descreve como a UNOESC – Universidade do Oeste de Santa Catarina – realizou seus próprios cursos de capacitação de docentes em EAD – Educação a Distância –, após o desenvolvimento de uma experiência piloto em parceria com a UMESP – Universidade Metodista de São Paulo. Destacam-se os resultados de sete turmas do curso, realizadas entre os anos de 2003 e 2004, quando foram capacitados 146 docentes. O referencial teórico, parte da Comunicação e Educação, em autores que situam a utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação como midiatizadoras do acesso ao conhecimento na EAD.
Clique aqui para acessar o artigo.
 

11. Referência: HACK, Josias Ricardo & FOOHS, Marcelo Magalhães. Capacitação docente para a comunicação do conhecimento a distância: uma análise sobre produção de materiais autodidáticos. Revista Comunicação & Sociedade. São Bernardo do Campo: PósCom-Umesp, ano 27, n. 44, p. 37-53, 2o. sem. 2005. (ISSN 0101-2657).
Resumo: O artigo versa sobre uma experiência de capacitação docente em educação a distância no campus de Joaçaba da Unoesc – Universidade do Oeste de Santa Catarina. O programa de treinamento aconteceu no primeiro e segundo semestres de 2003 e 2004, envolvendo 79 docentes de diferentes áreas do saber. A interação entre as partes aconteceu através de aulas presenciais, da Plataforma Unoesc Virtual e do e-mail. As reflexões buscam inicialmente referenciais teóricos comunicacionais e educacionais que vislumbrem a utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC’s) – como mediatizadoras do acesso ao conhecimento. Em seguida analisa-se a experiência desenvolvida na Unoesc, avaliando-se algumas estratégias utilizadas: interação via e-mail, trabalho com fóruns de discussão on line, manuais passo-a-passo e planejamento e produção de materiais didáticos para EAD. Ao final de cada análise situam-se algumas conclusões advindas dos resultados obtidos com a experiência.
Clique aqui para acessar o artigo.